Notícias

15/05/2019 Como o valor do imóvel pode impactar no sucesso da sua venda

Como o valor do imóvel pode impactar no sucesso da sua venda


Existem dois erros comuns no mercado imobiliário, relacionados ao valor do imóvel, que prejudicam as vendas e para você não cometê-los, falaremos sobre eles a seguir. São situações aparentemente simples, porém ocorrem frequentemente e prejudicam a receita financeira de muitas empresas e profissionais.

Vender um imóvel não é algo simples, exige conhecimento, técnica e habilidade. Somente os bons profissionais são capazes de eliminar os erros e enfrentar as adversidades com sabedoria e paciência, e são esses que constroem uma carreira sólida e de sucesso. 

O primeiro grande erro é tentar vender um imóvel com valor acima do preço de avaliação ou determinar o valor sem antes fazer a correta precificação do bem. A maioria dos compradores chegam até você já tendo pesquisado imóveis semelhantes da região e com ideia dos preços do mercado, se o seu estiver acima, não conseguirá fechar o negócio.

O preço é encontrando ao aplicar algum dos métodos de avaliação imobiliária, atualmente, o mais utilizado é o método comparativo direto. Para a correta avaliação do imóvel, você deve seguir todas as etapas necessárias do método escolhido, uma conta feita errada vai prejudicar a venda. Toda cautela é necessária, já que diversos fatores impactam o preço do imóvel, como a localização, andar, estado de conservação e a idade.

É comum que os proprietários somem o valor sentimental e supervalorizam o seu bem, ou queiram vender seus imóveis pelo melhor preço e em pouco tempo. Nessas situações, a habilidade comunicativa e o conhecimento técnico do corretor de imóveis são essenciais para convencer, de forma embasada, o proprietário a vender seu imóvel pelo preço justo.

Seja realista e não se comprometa a vender algo com valor acima do custo real, isso pode gerar desconforto se a venda não for realizada e você pode se tornar conhecido por ter imóveis caros, afastando novos clientes. 

Não coloque o preço acima para ter margem de negociação, isso também não deixará o cliente chegar até você, pois a tendência é que escolham para visitar os imóveis, semelhantes, com valores mais baixos. A margem para negociação até  pode existir, porém o valor deve estar muito próximo da avaliação real. 

O segundo grande erro é não conhecer o cliente. Definir os perfis de consumidores conforme os valores dos imóveis é fundamental para conhecer os hábitos de consumo, os canais de comunicação que utilizam e as possibilidades de negociação que irão atraí-los (desconto para pagamento à vista, opções de financiamento, etc). Para cada produto existe o cliente ideal.

Newsletter